segunda-feira, 15 de novembro de 2010

TINTURAS DE CORES

As cores sempre estiveram presentes em nossas vidas, prova disso é a manifestação multi-colorida da natureza.
A maravilha da sensação das cores é produzida primeiramente na retina, provocando depois seu efeito psicológico.
A cromoterapia é usada desde a antiguidade. Gregos e egípcios usavam as cores para a regeneração do corpo.
Existem várias formas de uso da cromoterapia, uma delas é a tintura de cores. Muito fácil de preparar. Esta técnica se faz da seguinte maneira: coloca-se em garrafas coloridas ou envolvidas previamente com papéis coloridos transparentes, água destilada. Estas garrafas são expostas à luz do sol por um tempo determinado. A partir daí, essa água fica carregada energéticamente com o filtro de cor específico utilizado. Esse líquido pode ser usado de várias formas. Usado oralmente serve para um variedade de distúrbios.
Alguns exemplos:
- Vermelho - favorece o metabolismo e estimula o fígado.

- Violeta - acalma o metabolismo e estimula o baço.

- Azul - é antitérmico, análgésico, atua na limpeza energética espiritual e orgânica.

- Verde - relaxante dos campos nervosos, estimula o aparelho digestivo facilitando a digestão.

- Amarelo - aumenta a atividade intelectual; fortifica e ativa os nervos, músculos e tecidos.

- Laranja - elimina gorduras, desintegra cálculos renais, fortalece e expande os pulmões.

- Rosa - diurético; estimulante cardíaco.

- Índigo - deprime o sistema nervoso, linfático e cardíaco, atuando como analgésico.

As cores, como tudo na vida, devem ser usadas com sabedoria. Jamais devemos indicar o uso do vermelho para uma pessoa hipertensa. Também para o uso da cromoterapia deve haver uma avaliação prévia para que não sejam cometidos enganos.

Janice Angelotti
Terapeuta Floral

^j^  ^j^ ^j^  ^j^  ^j^  ^j^

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De sua opinião, ela é muito valiosa. Obrigada!