quarta-feira, 13 de abril de 2011

Uso medicinal do MEL

O mel é bactericida natural, isto é, na presença desse alimento não se cria bactérias e infecção. A causa disso ainda não se conhece completamente.
Ao uso do mel é atribuída também a longa vida humana. O mel natural é um produto puro das flores, o néctar transportado pelas abelhas gera muita energia ao corpo humano, rejuvenesce as células. Este produto é conhecido e usado desde tempos muito antigos, os egípcios, os gregos, os romanos usavam o mel.
O mel verdadeiro se conhece pela aparência, cheiro, gosto, pela viscosidade e em geral todo o mel, pelo menos no sul do Brasil, cristaliza com o tempo. A melhor temperatura para cristalizar-se é 21 a 25 graus centígrados. Apenas o mel de algumas espécies de flor não cristaliza. O mel deve ser colhido bem maduro, os tubos dos favos devem estar lacrados pelas abelhas, pois o mel ainda não maduro azeda facilmente depois de colhido, ao passo que o mel maduro nunca.

Seus usos medicinais:
- Garganta infeccionada - faz-se gargarejo de água com mel.
- Tosse - não resiste a um chá feito com limão cortado com casca e tudo, 2 dentes de alho e bastante mel, e tomado quente.
- Febre - pode ser usada a mesma receita como a acima para a tosse ou então tomada fria a mistura de: mel, limão e água.
- Queimadura e feridas - colocar mel em cima, sem perigo algum de infecção se for mel puro, pois ele é bactericida.
- Esgotamento - o mel dá muita energia, basta comer algumas colheradas por dia.
- Prisão de ventre - dissolver uma colherada de mel num copo d'água e tomar ao deitar, ou também de manhã, em jejum. O mel é suave laxante.
- Memória fraca - o mel comido frequentemente fortifica o cérebro. Por isso é recomendado aos estudantes, professores e pessoas de muita atividade intelectual.
- Úlcera - toma-se água com mel diversas vezes ao dia, pois é um bom cicatrizante.
- Infecções - é muito bom o uso do mel, pois é comprovadamente bactericida, isto é, mata germes ou bactérias infecciosas em pouco tempo.
- Nervosismo - o mel é um suave calmante. Comer um pouco principalmente antes de deitar ou tomar com água.
- Problemas cardíacos - o mel fortifica o coração.
-Furúnculos - esquentar o mel, por em cima de um pano e aplicar em cima do furúnculo, ou misturar farinha de trigo com mel, isto amadurece rapidamente o furúnculo.
- Insônia - o mel é um calmante dos nervos e tomado com água ao deitar, combate a insônia.
- Anemia - geralmente é falta de ferro e de glóbulos vermelhos, o mel é rico em ferro, principalmente o mel mais escuro e combate a anemia, aumentando os glóbulos vermelhos.
- Raquitismo infantil - nunca deveria faltar um pouco de mel para as crianças, elas com isso se desenvolvem melhor. As mamadeiras deve ser adoçadas de preferência com mel.
- Sinusite e nariz entupido - o mel combate a sinusite, principalmente se for mastigado o favo com mel durante bastante tempo, 6 a 8 vezes ao dia e também desentope o nariz.

Pois bem, o mel tem múltiplas aplicações e além disso é ótimo alimento, digere bem e facilita a digestão, é bom fortificante para a pessoa de qualquer idade. É rico em proteínas. 
Observação: o mel não combina bem se for misturado com verdura, queijo, ovo, azeitonas, amendoim e até com pão fresco, por causa do fermento, provoca azia em muita gente.

Janice Angelotti
Terapeuta  Floral
janiceastamm@hotmail.com
(41)9672-9962

.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De sua opinião, ela é muito valiosa. Obrigada!